fbpx

Bolsa Família: Saiba como se cadastrar no programa

Bolsa família é um programa do governo federal que possibilita dar assistência para famílias de baixa renda. Contudo, trata-se de uma maneira de reduzir a fome e proporcionar o desenvolvimento social e acesso a saúde e educação.

Links Patrocinados

 

Programa Bolsa Família

O Bolsa família foi projetado em 2003 e em 2004 as famílias de baixa renda já podiam ter acesso ao cartão que viria contribuir com alimentação, saúde e educação. Isso porque, o programa atende a famílias com dificuldades financeiras, impedindo seu desenvolvimento.

Sendo assim, o programa possibilita que pessoas de todo o país recebam uma renda mínima. Dessa maneira, as famílias que recebem têm a chance de melhorar qualidade de vida e até mesmo recolocação no mercado de trabalho. No entanto, para receber o benefício é necessário obedecer aos requisitos obrigatórios, estipuladas por lei.

Portanto, o programa refere-se a casos específicos de miséria ou condições precárias de vida. Onde consequentemente, acabam não conseguindo trabalhar manter as crianças na escola e afetando a saúde do indivíduo. Infelizmente no Brasil, existem muitas pessoas passando por esse problema, e sabendo disso o bolsa família procura contribuir.

 

Quem pode receber ?

O Bolsa família foi projetado com base nos dados gerados sobre a fome no país. Um estudo feito para possibilitar calcular a dimensão do problema e assim, construir o projeto para assistência social. Sendo assim, essa assistência só pode ser recebida pelas famílias em situação de miséria perante a gravidade da pobreza.

No entanto, vale ressaltar que existe regras especificas conforme a renda de cada família para cada situação.

  • As famílias consideradas em situação de pobreza, recebe por pessoa de R$89,00 até R$178,00 no mês.
  • No entanto as famílias em situação de extrema pobreza, recebem R$89,00 por pessoa ao mês.
  • Além disso, as famílias compostas por gestantes ou mulheres que estão amamentando também podem receber.
  • Outra situação em que também é possível receber é em famílias compostas por crianças (0 anos) e adolescente em fase escolar.
Veja também:  Carteira de Trabalho Digital: Saiba como Solicitar

Portanto as famílias que em sua composição tenha crianças de 0 até 17 anos, podem receber o auxílio. Entretanto, para as crianças com idade para frequentar a escola, devem estar devidamente matriculadas e com boa frequência escolar.

 

Como efetuar o Cadastro no Bolsa Família 

Caso atenda todos os requisitos acima mencionados, poderá se cadastrar no programa de assistência à família. No entanto, é de responsabilidade de cada município e Distritos Federal de cada região fazer esse trabalho. Portanto existem algumas maneiras de se fazer o cadastro e setores responsáveis para isso.

Em todo caso, sempre haverá dois centros de apoio principais que trabalham na administração do cadastro e liberação do benefício, o CRAS e o CadÚnico.

 

CadÚnico – Cadastro único para programas sociais do governo federal

Um dos órgãos responsáveis por esse procedimento é o (CadÚnico) – Cadastro único para programas sociais do governo federal. Saiba mais sobre o Cadastro Único [clicando aqui]. Em todo caso, sempre haverá dois centros de apoio principais que trabalham na administração do cadastro e liberação do benefício

Além desse setor você também recebe apoio sobre o Bolsa família nos centros de referência da assistência social. Outro órgão responsável por coletar dados e direcionar as famílias que buscam o benefício.

Links Patrocinados

 

CRAS Centros de Referência da Assistência Social

O outro órgão responsável pelo registro das famílias para o bolsa família são os CRAS – Centros de Referência da Assistência Social. Em quase todos os municípios já existe o CRAS, sendo assim é possível comparecer e se cadastrar. No entanto são necessários alguns documentos para efetuar o cadastro.

Veja também:  Auxílio Creche: Conheça tudo sobre o benefício

Portanto confira se possui todas as informações antes de apresentar-se nos centros de apoio sociais. Além disso, é importante saber que após fazer o cadastro único, ainda passará por um processo de avaliação mediante as informações fornecidas.

Isso porque, o sistema que faz a seleção das familiais para fornecer o benefício é totalmente informatizado. Isso significa que ao fazer o cadastro um sistema eletrônico seleciona as famílias com base nas informações concedidas pelo representante legal de cada família.

Caso queira consultar as unidades mais próximas do Centro de Referência da Assistência Social, clique aqui e confira.

 

Documentos necessários para fazer o cadastro no bolsa família

O cadastro poderá ser solicitado por uma pessoa representando aquela unidade familiar. Portanto ao comparecer para efetivar seu cadastro no (CadÚnico), será necessário apresentar os seguintes documentos:

  • CPF
  • Título de Eleitor
  • Certidão de nascimento
  • Certidão de casamento
  • Carteira de trabalho
  • Comprovante de endereço atualizado

 

Como saber se o cadastro foi aprovado para receber o benefício?

Quando o responsável familiar efetua o cadastro único, o ministério do desenvolvimento social com base nos dados fornecido irá processar as informações. No entanto, a seleção ocorre mensalmente e tem como base principal a renda mensal por membro da família.

Além disso, a liberação do benefício é concedida mediante uma estimativa feita no seu município, que marcam quantas famílias já foram inclusas em sua região. Isso porque o programa tem um orçamento limitado e deve respeitar esse limite. Sendo assim, o programa bolsa família se movimenta para que todos possam ser atendidos.

Veja também:  Licença Maternidade: Benefício para novas mamães

No entanto, toda família que for selecionada receberá via correio a correspondência com as instruções para utilização do cartão emitidos pela caixa econômica federal.  Após isto, é só acompanhar o calendário de liberação do valor para saque.

Links Patrocinados

Portanto, quando seu cadastro for aprovado você poderá acessar o site oficial do banco da Caixa clicando aqui e acessar o Sistema de Benefícios ao Cidadão (SIBEC) clicando em “Consultar Famílias Beneficiárias”

Essa é a ferramenta que permite o acesso as famílias cadastradas a consulta pública do bolsa família. Você só vai precisar do CPF e número do NIS cadastrado.