fbpx

Férias de Trabalho: O seu direito ao benefício

By Wallison Oliveira

É trabalhador contratado pela a CLT e quer saber sobre seu direito as Férias de trabalho? Veja aqui tudo o que você precisa.

Links Patrocinados

Todos precisam descansar de suas atividades, para que o corpo e mente fiquem mais leves.

Para isso que foi inventado o benefício das férias de trabalho.

 

O que são férias de trabalho?

As férias de trabalho é um tempo determinado que todo trabalhador contratado pela a CLT terá direito.

Assim, ele poderá se afastar de suas tarefas por um período, onde ele ainda deverá receber por seu tempo de afastamento.

Esse benefício é concedido pelo menos 1 vez ao ano, para trabalhadores que tenham atividade por um período de 12 meses.

Depois do período de férias, o trabalhador deverá retornar suas atividades normalmente, e receberá por seus serviços somente ao completar 1 mês de trabalho.

 

Quem tem direito as férias de trabalho?

O direito as férias de trabalho é concedido para qualquer trabalhador que:

  • É contratado pela a CLT.
  • Que tenha realizado atividade por pelo menos 12 meses na empresa.

 

Como funcionam as férias de trabalho?

Após trabalhar por 12 meses, chamado de período aquisitivo. O trabalhador terá direito a tirar 30 dias de folgas no decorrer de 12 meses.

Essas férias precisam ser agendadas, para que a empresa tenha um tempo para se preparar pela a ausência do trabalhador.

Veja também:  CATe Centro de Apoio ao Trabalhador: Saiba mais

Além disso, o funcionário poderá optar por quebrar as suas férias em até 3 vezes, onde ele poderá tirar no mínimo, 10 dias de folga.

O funcionário deverá receber seu pagamento do último mês trabalhado com um adicional do mês de férias.

Links Patrocinados

Assim, o trabalhador poderá gozar de suas férias, com o valor do mês como se já tivesse trabalhador.

Ao concluir seu período de férias, o trabalhador deverá retornar as suas atividades e deverá receber 1 mês depois de seu retorno as atividades.

 

Como calcular as férias de trabalho?

Para fazer o cálculo das férias de trabalho, é muito simples, você deverá:

  • Separar o valor de sua renda mensal, considerando horas extras, adicionais noturnos e etc. (Exemplo R$1000 de renda).
  • Acrescentar 1/3 de valor em cima da renda mensal. (1/3 = R$333,33).
  • Descontar INSS, FGTS e qualquer tipo de imposto na renda.

Pronto! Você terá o valor da sua remuneração pelas as férias de trabalho.

Além disso, você deverá levar em consideração um fator. A cada mês trabalhado você terá direito a 1/12 das férias, até que complete 12/12.

Ao fazer isso, você terá direito a uma férias, e ao completar mais 12 meses, terá direito a outras férias. Caso passe 12 meses de que suas férias ganha, tenham passado e você não tenha recebido o direito, ela será considerada uma férias vencida.

Veja também:  Auxílio Creche: Conheça tudo sobre o benefício

 

As férias podem vencer?

Sim, as férias podem vencer caso você trabalhe 12 meses em uma empresa, e não tire as férias em até 12 meses após a concessão.

O vencimento das férias acarretará em juros para a empresa, que deverá se pago para o trabalhador.

Quanto maior o tempo de vencimento das férias, maior serão os juros.

 

Como é feito o pagamento das férias no caso dela vencer?

O valor das férias vencidas terá um acréscimo de 100% do valor das férias.

Em outras palavras, você deverá receber o dobro por essas férias que venceram.

Além disso, a cada dia que passar sem a normalização das férias vencidas o trabalhador terá direito a um acréscimo de 5% do salário mínimo da região por dia de atraso.

O pagamento deverá ser feito na conta corrente do trabalhador ou da mesma forma que ele receba o salário da empresa.

Depois disso o trabalhador deverá receber o direito as férias pelo período de 30 dias, ou 20 caso ele opte por vender as férias.

Ideia Livre Férias de Trabalho corpo
foto criado por snowing

 

Vender as férias

Você ainda terá a opção de vender 1/3 de suas férias, no caso 10 dias.

O valor das férias vendidas terá um valor acrescentado de 1/3 do valor de sua renda, e depois você poderá abater descontos.

Você perderá 10 dias de férias, mas receberá um adicional por isso.

Veja também:  INSS - Como funciona e onde obter atendimento

 

Posso perder o direito as férias?

Sim, isso pode acontecer se o colaborador tiver mais de 32 faltas injustificadas na empresa.

Além disso, por cada falta injustificada o trabalhador poderá perder 1 dia de férias.

Lembrando que todo trabalhador possuí o direito de ter 5 faltas injustificadas por ano sem receber penalidades.

As cobranças na férias por falta acontecerá da seguinte maneira:

  • Até 5 dias de faltas = 30 dias de férias corrido.
  • De 6 a 14 faltas = 24 dias de férias corrido.
  • De 15 a 23 faltas = 18 dias de férias corrido.
  • De 24 a 32 faltas = 12 dias de férias corridos.
  • A cima de 23 faltas = 0 dias de férias.
  • Em caso de demissão sem justa causa.

Agora que você sabe tudo sobre as férias de trabalho, você deverá apenas ficar atento as datas.

Links Patrocinados

Acesse nossos artigos com diversas oportunidades e fique atento as datas.

Também não perca a oportunidade de nos seguir nas redes sociais Instagram, Facebook e Twitter. Lá postamos diversos conteúdos informativos para você ficar a par de tudo sobre o mercado de trabalho e como ficar atualizado para a competitividade do mesmo.